Como montar uma loja de roupas?

Como montar uma loja de roupas?

Como montar uma loja de roupas?

Você está pensando em abrir uma loja de roupas femininas ou masculinas e não sabe muito bem por onde começar? Abrir um negócio pode ser uma bela aventura ou uma fonte de muita dor de cabeça. Tudo depende de como você se organiza.

A fase de pré-abertura de uma loja de roupas é uma das etapas cruciais do negócio. Antes mesmo de abrir as portas, é necessário fazer muita pesquisa e se preparar para afrontar a concorrência.

Nesta fase, o futuro empresário ou a futura empresária precisa se cercar de informações. Visite outras lojas parecidas com o que você tem em mente. Procure o Sebrae da sua região. Consulte bancos de dados com informações mercadológicas etc.

E mesmo com todos esses cuidados, ainda é possível que seu negócio dê errado.

De acordo com dados do Sebrae, 1 a cada 4 empresas fecha antes de completar 2 anos no mercado. As razões são múltiplas: algumas empresas fecham devido a fatores externos, como crise financeira e burocratização. Outras, acabam fechando porque encontram dificuldades em como planejar e executar ações de marketing.

Se você não quer fazer parte dessa estatística, aqui vão algumas dicas de como abrir e prosperar com a sua loja de roupas femininas.

Pense em sua loja como se fosse uma pessoa

Antes mesmo de começar a procurar um ponto ou criar uma conta no Instagram, é preciso saber quem você vai atender e qual será o estilo da sua loja.

Pense em sua futura marca como uma pessoa. Quais são as características que essa pessoa teria?

Ela seria jovem ou mais madura? Clássica ou arrojada? Comunicativa ou reservada? Mais de noite ou mais de dia? Pense aonde essa pessoa vai, o que ela consome, como ela se diverte etc.

Quando você atribui características humanas ao seu empreendimento, fica mais fácil entender seu próprio cliente. Esse processo também vai facilitar sua vida na hora de estabelecer uma política de preços, escolher produtos e tendências com as quais você vai trabalhar e vai ajudar mesmo com a escolha do ponto.

Se a sua loja tem o perfil, por exemplo, de uma universitária, futuramente você poderá fazer parcerias com locais frequentados por jovens ou investir em um ponto comercial mais próximo desse público. Por outro lado, precisará desenvolver uma política de preços adequada ao poder de compra dessa população.

Como montar uma loja de roupas?Dê um nome ao seu projeto

Agora que você já tem uma pessoa, é preciso pensar num nome pra ela. Agora, sua loja volta a ser um empreendimento comercial e o nome precisa ser algo que represente bem o conceito inicial do projeto.

Ao pensar no nome, tome alguns cuidados. Verifique se alguma outra empresa possui a mesma denominação e se este não é um nome protegido.

Pense também em algo que possa ser levado facilmente para o mundo digital. Esse nome servirá certamente de base  para você criar seu site e seus perfis sociais. O processo de escolha pode ser demorado, mas é fundamental para que os clientes percebam que tipo de loja é a sua.

Use um bom tempo para essa tarefa. Uma vez que a sua loja estiver aberta, será muito difícil voltar atrás nessa decisão.

Peça ajuda de quem já enfrentou os mesmos problemas

Muitos dos problemas que você enfrentará no processo de abertura da sua empresa são comuns a outros empreendedores.

Ou seja, é possível pedir ajuda a outros empreendedores para entender melhor os desafios aos quais você será submetido a partir do momento em que sua loja abrir as portas.

Se você não quer pedir esse tipo de ajuda ao concorrente, é possível participar de processos de mentoria. O Sebrae de alguns estados oferece mentoria para empreendedores enquanto profissionais liberais também costumam oferecer esse tipo de serviço.

Já escrevemos sobre as mentorias nesse artigo. Nele, é possível, inclusive, encontrar empresas que prestam esse tipo de serviço no Brasil.

Com a mentoria, você evita cometer erros simples, que outros empreendedores já cometeram, e ainda aprende sobre o mercado.

Monte um plano de negócios

Montar um plano de negócios não é difícil, mas exige muita paciência e pesquisa.

Existem vários modelos de plano. Escolha um que você julgue mais adequado à sua realidade. O Sebrae, por exemplo, coloca à disposição gratuitamente um material sobre o assunto. Acesse-o clicando em: Tudo o que você precisa saber para criar o seu plano de negócio.

Um bom plano de negócios deve servir como uma lanterna para você e indicar se um mercado vale a pena ser explorado. Além disso, ele indica mais ou menos quanto você precisará investir para manter sua ideia funcionando.

Um exemplo de ferramenta que pode ser usada nessa fase é a Matriz FOFA (também conhecida como análise SWOT ou análise FOFA). Ela serve para identificar quais são as fraquezas, oportunidades, forças e ameaças ao seu negócio.

Para fazer o download da matriz FOFA, clique aqui.

Como montar uma loja de roupas?

Defina os produtos que você vai vender

Agora que você já tem uma ideia clara do conceito e de quem será seu cliente, que tal começar a pensar nos produtos que você oferecerá?

Nessa fase, você começa a refletir sobre o mix de produtos que você vai oferecer na loja.

É importante ter uma visão muito bem consolidada de quem será o seu futuro cliente antes de começar a pensar no mix de produtos. Isso porque, junto com o produto, vem outras questões, como, por exemplo, qual o preço que você deve cobrar ou quais as tendências que você precisa seguir.

Uma tecnologia que pode ser útil nessa fase é a de acompanhamento de preços. Essa tecnologia analisa mais de 40 mil produtos de moda diariamente e mostra qual o valor de mercado de cada peça. Por exemplo, se você vai vender blazers e não sabe quanto deveria cobrar por esta peça na cor azul ou na cor branca, pode consultar a ferramenta e saber qual a média de preço do produto. É possível pesquisar por marca e ainda dá pra ver até quanto de desconto você poderá oferecer no produto. Para testar, clique aqui.

A ferramenta é uma mão na roda para o planejamento, mas também é muito útil quando a loja já está rodando. Assim, dá pra se destacar da concorrência e definir uma margem de ganhos justa.

Além dos preços, é preciso acompanhar tendências. Dependendo do tipo de roupa que você escolher vender e do seu público-alvo, será preciso consultar as tendências de moda regularmente para não correr o risco de ficar com estoque parado. O acompanhamento de tendências deve ser feito a cada compra de peças.

Porém, é importante não focar apenas nas tendências do mercado. Diferencie seus produtos para testar categorias novas.

E não caia no erro de adicionar ao catálogo produtos com baixo estoque, a menos que essa seja a proposta da sua loja.

Ao entender quais produtos você vai oferecer e o comportamento de compra do seu possível cliente, você estará pronto para iniciar a escolha do ponto.

Como montar uma loja de roupas?

Procure o ponto

Ok, agora é hora de começar a buscar o local onde sua loja ficará localizada.

A escolha do ponto deve ser um equilíbrio entre custo de aluguel, facilidade de acesso e proximidade com o cliente.

Onde o seu público está localizado ou onde ele costuma buscar seus produtos e serviços? Essa é a pergunta-chave na hora de definir o ponto. Uma loja de comércio popular terá critérios de localização diferente de uma loja de alto-padrão.

Diversos critérios vão orientar a sua busca pelo ponto, mas para uma loja de roupas mediana, é preciso montar a loja, de preferência, em locais movimentados. O local deve estar próximo ao seu público alvo.

Liste os locais onde você gostaria de abrir a loja e vá até ele com um contador, em diferentes horários e dias da semana. Conte o número de pessoas que passam em frente ao local. Faça isso para cada local.

Lembre-se: pagar um aluguel barato pode ser interessante a curto prazo. Um ponto pouco movimentado pode sair caro mais tarde.

Pense em como o seu público acessa o seu produto. Se o seu público-alvo usa transporte público, fique próximo de pontos de ônibus e metrôs. Se usa mais carro, ofereça opções de estacionamento.

Ah, atenção à segurança do local. Esse ponto é importante para os seus clientes e, também, para proteger a sua mercadoria.

Legalize-se

Tudo decidido? É hora de se legalizar. Não vamos passar muito tempo aqui porque o assunto é longo. Mas a dica é: busque ajuda!

E de preferência, busque ajuda de várias pessoas.

Consulte alguns contadores diferentes para entender quais regimes contábeis se adequam melhor ao seu negócio. Para algumas pessoas, é interessante começar como MEI. Outras podem preferir uma outra opção de abertura de empresa.

Antes de procurar um consultor ou um contador, pesquise quais são as modalidades de abertura de empresa disponíveis, assim você chega com as perguntas certas para fazer a esses profissionais.

Hoje, já é possível trabalhar com contadores online, por exemplo, que fornecem um serviço de qualidade pela internet.

O importante é fazer tudo legalmente. As multas para quem burla a legislação podem ser bem salgadas. Fora que, a depender do conceito do seu negócio, essa pode ser uma mancha em sua imagem.

Comunique-se. Invista em Marketing

Você montou sua loja, agora é hora de fazer os clientes chegarem.

Mesmo que você esteja em um local com alto fluxo de passantes, é preciso estimular as pessoas a entrarem, principalmente se a marca for nova.

Hoje, uma das melhores formas de fazer isso é expandindo a sua presença online.

Por isso, além de criar perfis nas principais redes sociais ligadas à sua marca, pense em ter um site. Você pode usar ferramentas próprias ou investir em ferramentas de terceiros. O mais importante é estabelecer presença nas redes sociais em que o seu potencial cliente está. E não esqueça de criar uma conta no Google My Business e de movimenta-la sempre com fotos e atualizações.

Se você decidir investir em publicidade online, saiba o que está fazendo antes para não perder dinheiro. Na dúvida, contrate uma agência especializada.

Quando você for postar fotos nas redes sociais, não esqueça de dar uma olhada em nossos guias de tendência para se inspirar. Siga, ainda, as sugestões de hashtags que a gente inclui nos relatórios e escreva artigos sobre o assunto. A gente sempre adiciona sugestões de conteúdo para você escrever em cada relatório.

Agora é com você! Estas são apenas dicas para você saber mais ou menos por onde começar, mas é preciso estudar e se aprofundar mais antes de se lançar em um negócio.

Busque toda ajuda possível e lembre-se que abrir um negócio é uma grande experiência.