Ilustração de folhas verdes e azuis

Agosto de 2019

Relatório de tendências de moda

[sharethis-inline-buttons]
Ilustração de folhas verdes e azuis

Resumo do mês

Resumo do mês de agosto

Dividido por fronteiras imensas, o Brasil é um país de contrastes. O mês de agosto marca parte do inverno em algumas regiões; temperaturas mais amenas em outras e a continuação do calor em boa parte do país.

Sendo assim, identifica-se uma profusão de peças e cores que se adaptam mais ou menos à realidade de cada Estado brasileiro, o que significa um mix de peças mais amplo.

Foram analisados 27.186 produtos de 280 subcategorias.

Dados do mês de agosto

Mix de produtos

O gráfico a seguir explora a disponibilidade de produtos em lojas de vestuário brasileiras de acordo com o tipo de roupa a venda. Na versão resumida do relatório, vestuário masculino e feminino são exibidos juntos. É possível explorar a distribuição do mix por gênero aqui. Em agosto, o mix de produtos foi puxado pelas sandálias, seguidas dos vestidos e dos sapatos. As botas  – tradicionais durante os invernos – aparecem na quinta posição.

Na segunda metade do gráfico, ficam concentrados os acessórios e as peças de cima, como blusas, camisas e camisetas. Itens mais invernais, como os casacos e jaquetas, malhas, suéters e moletons aparecem limitadamente dentro do mix.

A categoria menos presente no mix de loja brasileiro é a dos relógios, com apenas 0,3%.

Categorias menos presentes:

  • Relógios (0,3%)
  • Malas (0,4%)
  • Bonés e chapéus (0,8%)
  • Pijamas e camisolas (0,8%)
  • Óculos (0,8%)

Categorias mais presentes:

  • Sandálias (13,2%)
  • Vestidos (10,2%)
  • Sapatos (9,7%)
  • Tênis (8,8%)
  • Botas (7,5%)

Totais de cores

Sem surpresa, cores básicas como o preto, o azul e o branco foram as mais presentes nos produtos analisados pelo nossa tecnologia. As peças estampadas ou que combinam mais de uma cor foram as menos presentes no mix, com apenas 1% de presença.

As cores terrosas, grande aposta da estação, junto com o off-white e com o azul, também tiveram bom desempenho.

Cores menos presentes:

  • Estampado ou colorido (1%)
  • Roxo ou lilás (1,1%)
  • Prata (1,2%)
  • Laranja (1,3%)
  • Amarelo (1,5%)

Cores mais presentes:

  • Preto (27,9%)
  • Azul (12,2%)
  • Branco (10,6%)
  • Marrom (9,1%)
  • Bege (8,3%)

Binômios de cores

Os binômios de cores revelam quais as combinações de cores mais presentes nas peças analisadas. O gráfico de binômios apresenta a concentração de combinações de cores em estampas e motivos nas peças.

Sem surpresa, a junção preto e o branco lidera, seguida pelo rosa com marrom e pelo preto com bege. A combinação do cinza com estampas animal também aparece na liderança. O nude com dourado foi a combinação que menos apareceu nas peças analisadas.

Combinações menos presentes:

  • Nude com dourado (0.6%)
  • Amarelo com bege (0.6%)
  • Azul com marrom (0.6%)
  • Verde com azul (0.6%)
  • Amarelo com lilás (0.6%)

Combinações mais presentes:

  • Preto com branco (15,8%)
  • Rosa com marrom (7,6%)
  • Preto com bege (4,4%)
  • Cinza com animal (4,4%)
  • Preto com nude (4,4%)

Cores presentes em cada categoria de produto

Dentro de cada categoria de produto, algumas cores aparecem com mais frequência que outras. O gráfico a seguir destrincha a presença de cada cor de acordo com o tipo de produto.

Uma das poucas categorias em que a cor preta não dominou foi a das camisas. As cores predominantes nessa categoria foram o azul e o branco.

Menores e maiores preços

A amplitude de preços foi maior nos vestidos, nos casacos e jaquetas e nas bolsas. Estes foram os produtos que apresentaram maior distância entre seus respectivos preços mínimos e máximos em agosto. O uso de materiais mais nobres como o couro justifica a distância dos preços nestas categorias.

Categorias com preços mais altos

  • Vestidos (R$ 6.588,96)
  • Bolsas (R$ 3.789,00)
  • Casacos e jaquetas (R$ 2.590,00)
  • Relógios (R$ 1.998,00)
  • Saias (R$ 1.479,97)

Categorias com preços mais baixos

  • Underwear (R$ 4,85)
  • Moda Praia (R$ 4,99)
  • Bolsas (R$ 6,90)
  • Botas (R$ 9,88)
  • Bodies e tops (R$ 12,90)

Nuvem de palavras

O gráfico a seguir exibe as palavras ou termos que mais apareceram dentro do universo de produtos pesquisados. Ao clicar em cada palavra, é possível identificar o estado da tendência no Google Trends.